Estadão

Arte transforma casinhas em ecopontos

O paulistano André Crespo, de 34 anos, é conhecido por pintar situações de caos em grandes metrópoles. Rodrigo de Castro, de 55, filho do escultor concretista Amílcar de Castro, tem como marca registrada telas com formas geométricas exatas, preenchidas com cores fortes. Eles são dois dos 51 artistas que, a partir de hoje, terão obras espalhadas por 50 novos pontos de coleta de lixo reciclável na cidade.
...
Não há tema definido para a intervenção artística nos ecopontos - a personalização depende da inspiração de cada convidado. André Crespo, por exemplo, pintou imagens de pessoas andando nas ruas. "Adorei a ideia de ajudar a limpar a cidade e ao mesmo tempo deixá-la mais bela. Nem todo paulistano tem a sorte que eu tenho de ter um ponto de coleta de lixo na esquina de casa. Tenho amigos que precisam levar o lixo no carro."
...

http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,arte--transforma-casinhas-em-ecopontos-,879842,0.htm